sábado, outubro 28, 2006

Dignidade Humana vs Tradição Académica

Portugal é um Estado que se baseia na dignidade da pessoa humana apesar de, por vezes, essa ser ultrapassada em certos processos de “socialização” como é o caso das Praxes (Tradição Académica).
Esta tradição académica visa a integração dos novos alunos, que ingressaram no Ensino Superior, na vida académica da instituição. Assim, os veteranos vão praxar os, designados, “bichos” (caloiros) e com eles fazem inúmeras brincadeiras de vários tipos. São essas brincadeiras que proporcionam à própria Universidade ou Politécnico “sorrisos” assim como, à cidade que os acolherá durante alguns anos da sua vida.
Porém, nem todos os veteranos ou supremos sabem manter a sua posição de modo a honrar as praxes académicas e não criar má imagem das mesmas, isto é, há veteranos que “descarregam” as suas frustrações nos caloiros, acabando por arruinarem e criar uma má imagem da instituição e dos alunos mais velhos que a integram. Este tipo de veteranos praticam praxes que vão contra a dignidade da pessoa humana e até podem ferir a susceptibilidade dos caloiros.
Por exemplo, uma praxe que, normalmente, os caloiros não gostam ou não aceitam é a de representar posições sexuais variadas, sendo algo que consideram pessoal e íntimo.
Em suma, a maioria dos veteranos não tem como intenção nem objectivo transpor a dignidade da pessoa humana pois, vivemos num país em que todos devemos ser respeitados e podemo-nos negar a tudo aquilo que consideremos demasiado humilhante.

Mónica Lobo

2 comentários:

Catarina Maria disse...

Sra TAP do ano... eu concordo quando fala que a tradição académica é para manter mas nao concordo que os veteranos, supremos ou o que for descarreguem frustações nos pequenos bichos! acho sim que muitos lhe sobe o "poder" á cabeça e abusam mas nada que os colegas,em privado, nao abordem e repreendam! quanto ás posições sexuais, é tudo na base da brincadeira, já la vai o tempo em que falar de sexo era tabu! =)

hdlanca disse...

Catarina.. frisou MUITO bem um problema!